terça-feira, 29 de dezembro de 2009

2009

O ano de 2009 foi bem melhor do que eu esperava. Consegui realizar bastante coisa, em todas as áreas da minha vida, e acho que a mais importante foi o start da gravação do meu disco solo. Se parar pra pensar nas circunstâncias, muitas das coisas que realizei, não eram possíveis, é a aí que enxergo a mão de Deus cada vez mais presente. Devo admitir que a insegurança do amanhã ainda me rodeia, porém, com os pés no chão, consigo visualizar as possíveis portas em 2010, e as expectativas são boas. Gostaria de agradecer aqui todo apoio que tive dos amigos e familiares em 2009, espero sempre poder retribuir essa força! Que venha 2010, que venham os desafios e as conquistas! Paz, saúde, amor... e em 2010, Muito Prazer!

Keila Abeid

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

This is it

Fui assistir Michael Jackson's This is it. Eu sou muito suspeita pra falar, fui duas vezes, chorei as duas pelo artista que se foi e pelas lembranças da minha adolescência. Mas não vou discursar sobre isso. Achei muito legal ver cenas dos ensaios, e de como Michael conduzia tudo. Era um artista genial, com uma visão ampla e sempre inovadora, e as filmagens mostram como ele tinha propriedade no que falava e fazia...sabia cada nota, cada movimento e não precisava da direção de ninguém...ele conhecia seu trabalho. Um artista sensacional, mas o que mais me chamou a atenção foi a postura dele. Sempre humilde, reconhecendo o trabalho de cada membro de sua equipe, tratando todos como uma grande família. Sem ataques de estrelismo! E sinceramente, por mim ele podia. Podia tudo...conquistou o direito de astro, pois brilhava, e ainda brilha com sua música. Um amigo meu avalia os filmes dando estrelas, e me disse que saiu do cinema com vontade de tocar, de viver, classificou o filme com cinco estrelas. Concordo. Eu também saí do cinema com vontade de ser uma artista melhor, uma profissional melhor, também saí com vontade de viver. E pro Michael, dou todas as estrelas do universo. This is it!

O vídeo que deixo é do ensaio da música "They don´t really care about us" escolhi essa porque ao final da música, segundos antes das luzes se apagarem ele sorri, e achei essa cena muito bacana.




quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Som no Ao vivo


Nesta última terça aconteceu nosso primeiro show depois que começamos a gravina. Mesmo com alguns imprevistos deu tudo certo...é bom tocar repertório novo, saber a opinião do pessoal e ver que está funcionando! O repertório está lindo, os meninos estão tocando muito e som redondo! Obrigada a todos que compareceram, e aos que não puderam ir, aguardem que logo tem muito mais, Muito Prazer!

Na foto, Fábio Leandro, Ricardo Berti, eu, Leo Gomes e Vinícius Gomes, .

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Ensaios, gravação e aulas

Montei o blog e quase não tive tempo de postar. Na verdade a vida "internética" toma um bom tempo da gente. São tantos profiles, tantas páginas, que se eu fosse atualizar tudo, levava pelo menos uma semana. Mas eu tento ficar atualizada, a internet é uma ferramenta importante pro nosso trabalho.
Estou me divindo entre aulas, meus estudos, ensaios, shows, gravação e ainda tenho um tempo pra família e amigos. Estou gravando, o disco já tem nome! Muito Prazer! Estou muito feliz, pois vejo o resultado de uma caminhada de cinco anos tomando forma. É, a sensação é muito boa mesmo. Vou tentar deixar o blog mais atualizado, logo logo mais notícias, fotos e afins...e Muito Prazer!

domingo, 28 de junho de 2009

Adeus a um mestre!

É com enorme tristeza que deixo esse post. Eu não ia escrever, mas como todo mundo está escrevendo, acho que devo também.
O Michael Jackson fez parte de grandes momentos da minha infância e adolescência. Aprendi inglês por causa dele, cantei todos os hits, dancei junto, vi todos os vídeos, acompanhei tudo, infelizmente não tinha idade pra ir sozinha no show Dangerous em 1994, mas lembro de ouvir toda a transmissão pela rádio Transamérica, com o coração apertado querendo muito estar lá. Comprei todos jornais e até pouco tempo atrás tinha vários recortes sobre ele, até mesmo um poster enorme dele ( e de uma onça) fez parte da decoração do meu quarto por alguns anos.
A fase de adolescente fanática passou, mas a admiração pelo artista permaneceu, os discos também. O disco Thriller é definitivamente um divisor de águas na história da música americana, e um dos meus discos prediletos também. Michael era um artista completo, qualquer coisa que venha depois dele na música pop é apenas influênciada, acho difícil aparecer algum artista tão inovador e completo como ele. Ele foi um mestre pra todas as outras gerações de artistas pop, e continuará sendo, pois sua arte não morrerá jamais. Tive momentos muito bons com meus 14 anos e a música deste grande artista sempre esteve presente na minha trilha sonora, por isso ele deixa muitas saudades.

Minha música predileta: Man in the Mirror
I´m starting with the man in the mirror
I´m asking him to change his ways
And no message could have been any clever
If you wanna make the world a better place
Take at look at youserlf
And then make a change



quarta-feira, 24 de junho de 2009

Últimos sons

Tenho anunciado por email a agenda dos últimos sons deste semestre. Na verdade novos projetos apareceram nessa caminhada, por isso essa pausa nas atividades ao vivo. Mas só por este semestre. Dentro de alguns meses creio retomar os trabalhos. Semana passada fiz um som com o Quarteto no Ao Vivo Music Bar, foi muito bom, um ótimo encerramento. Terça que vem farei um som mais intimista com o Fábio Leandro no bar O Tocador de Bolacha. Espero vocês por lá, e então aí sim encerramos o semestre!
Abraços!

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Sons

Bom, como eu disse anteriormente, a casa tá limpa com espaço pra coisas novas! Por isso podem aguardar que logo logo tem novidades!
Essa semana fui ver dois sons muito bons. O primeiro foi do Projeto Coisa Fina no Studio SP. A banda apresenta as músicas de Moacir Santos, inspirada no disco Ouro Negro, um trabalho que realmente vale a pena assistir! Quem não conhece pode conferir dia 23 de junho no SESC Paulista. O outro som foi do contrabaixista e compositor Rogério Botter Maio. O trabalho do Rogério é lindo, de extrema classe e bom gosto. Tive a oportunidade de me apresentar com ele ano passado no Café Villággio interpretando uma de suas composições, 1984, música inspirada no livro de Orwell. Sou fã declarada deste trabalho, por isso aconselho: ouçam os discos Aprendiz, Crescendo e o Prazer da Espera.
Bom por hoje é só!

domingo, 31 de maio de 2009

Casa Nova

Depois de organizar meu guarda-roupa e meu quarto, estava mais que na hora de organizar minha vida pessoal e profissional. E foi isso que fiz, a limpa e a reforma! E foi muito bom! Com espaço disponível para coisas boas e novas a carroça começou a andar! Neste espaço vou colocar as ideias, as novidades e opiniões sobre música, minha carreira e sobre tudo que me der na telha. Sejam bem vindos para comentar e dar sugestões! A casa é nossa!